Cálculo Seguro Desemprego 2019: Consulta, Valor, Parcelas e Novas Regras

Estar desempregado torna a situação bem difícil, principalmente diante da crise financeira que todo o país enfrenta. Ainda assim, o governo deixa disponível uma renda para que o recém desempregado consiga se manter até encontrar um novo trabalho. Entenda como funciona o cálculo seguro desemprego 2019, quais são as principais informações sobre esse programa e quem tem direito á solicitar o cálculo seguro desemprego 2019.

Cálculo Seguro Desemprego 2019

Cálculo Seguro Desemprego 2019

O seguro desemprego é oferecido a todos os empregados que foram dispensados sem justa causa, na maioria das vezes por alguma instabilidade que a empresa possa estar vivendo.

O objetivo é não desamparar o antigo funcionário, esse dinheiro pode ser revertido, nas despesas para encontrar outro emprego, como por exemplo, nos gastos com transporte.

✓ Veja como realizar o agendamento Seguro Desemprego 2019!

Quem tem direito ao seguro desemprego 2019?

Antes de fazer o cálculo seguro desemprego 2019, é importante saber se você faz parte do grupo beneficiado pelo programa. Lembrando que é necessário ter sido registrado em carteira de trabalho durante o tempo de serviço, pessoas que trabalharam sem registro não têm esse direito.

As exigências necessárias para solicitar o seguro, são:

  • Ter sido dispensado sem justa causa;
  • Estar desempregado no momento do requerimento;
  • Não possuir renda própria de qualquer natureza suficiente ao seu sustento e de sua família;
  • Não estar sendo auxiliado por outro benefício previdenciário, com exceção ao auxílio-acidente e pensão por morte;
  • Trabalhador resgatado de situações próximas à escravidão;
  • Pescador artesanal (no período de defeso).

Como solicitar o Seguro Desemprego 2019

Se perguntando como dar entrada no Seguro Desemprego? O processo para requerer o benefício do seguro desemprego pode ser feito nos seguintes locais:

  • SRTE – Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego;
  • SINE – Sistema Nacional de Emprego;
  • Agências credenciadas da Caixa;
  • Postos credenciados pelo MTb – Ministério do Trabalho​.

Ao comparecer nos postos credenciados, é necessário levar alguns documentos para comprovação do benefício:

  • Documento de identificação;
  • CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social, independente do modelo;
  • Documento de Identificação de Inscrição no PIS/PASEP;
  • Requerimento de Seguro Desemprego / Comunicação de Dispensa impresso pelo Empregador Web no Portal Mais Emprego;
  • TRCT (Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho​);
  • Documentos de levantamento dos depósitos no FGTS ou extrato comprobatório dos depósitos;
  • CPF.

Consulta Seguro Desemprego 2019

É possível consultar o seguro desemprego 2019 de forma digital através do site do banco Caixa Econômica Federal, pagador do benefício no Brasil. Veja o passo a passo:

Passo 1:

Passo 2:

  • Escolha a opção ‘Seguro Desemprego’;

Passo 3:

  • Clique em ‘Consultar o pagamento’;

Passo 4:

  • Informe o número do NIS e a sua senha de internet. Caso não tenha essa senha, na mesma página é possível cadastrá-la.


Valor do Seguro Desemprego 2019

O valor do seguro desemprego 2019 corresponde á média dos 3 últimos salários que o empregado recebia. O pagamento não pode ser inferior ao preço do salário mínimo, em torno de R$954,00. Veja no próximo item como saber o real valor do seguro através do cálculo.


Cálculo Seguro Desemprego 2019

O valor que você receberá como seguro vai depender de algumas exigências. Confira como funciona o cálculo do seguro desemprego 2019:

  • Efetuar a média dos 3 últimos salários;
  • Até R$ 1.480,25 multiplica-se salário médio por 0,80 (80%);
  • De R$ 1.480,26 até 2.467,33 o que exceder a 1.480,25 multiplica-se por 0,50(50%) e soma-se a 1.184,20;
  • Acima de R$ 2.467,33 o valor da parcela será de 1.677,74.


Tabela de pagamento Seguro Desemprego

As parcelas do seguro desemprego determinam por quantos meses você receberá o benefício. O mínimo é de 3 parcelas e o máximo são 5.


Novas Regras Seguro Desemprego 2019

Não se esqueça que algumas regras deverão ser levadas me conta antes de realizar o processo de solicitação do seguro desemprego. Entre estas regras estão;

  • Ter tido o tempo mínimo de carteira assinada necessário para a solicitação;
  • Não ser sócio ou ter participação nos lucros terceiros da empresa;
  •  Precisa de um intervalo de 16 meses entre a solicitação de um seguro desemprego e outro;
  • Em relação aos trabalhadores rurais, precisam ter tido 15 meses trabalhados com carteira assinada nos últimos 2 anos.
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Adicionar Comentário